Guerra dos sexos

Para fazer as pazes com ela: telefone vinte vezes, peça perdão, implore clemência, rasteje, descarte sua dignidade, declare-se vil e abjeto, compre flores, faça a barba. Leve-a para viajar, para jantar, para dançar. Seja gentil e compreensivo, aceite todas as ofensas e concorde efusivamente com elas, faça promessas, jure por Deus e por sua mãe. Chore.

Para fazer as pazes com ele: calcinha nova.

13 comentários em “Guerra dos sexos”

  1. Se tiver cometido falta grave, como jogar fora a coleção de toda uma adolescência de revistas de mulher pelada, recomenda-se que a calcinha, além de nova, seja EXPLICITAMENTE SEXY.

    Para todo os outros tipos de falta, pode ser qualquer coisa. Homem é bicho fácil de agradar.

  2. Affe…. quem dera ser tão fácil assim…
    Para que meu benhê me desculpe, tenho que suas sangue as vezes…..
    Em compensação, para eu perdoá-lo, basta ele aparecer com um HQ novo… pode ser os de 5 reaus!

  3. Pô! Isso é o que dá chegar atrasado. Já falaram do momento “Balde de Gelo” antes de mim.

    Só me resta concordar, embora eu ainda ache que se chorar antes você pode conseguir se livrar de fazer todas as outras coisas, a não ser implorar, porque mulher gosta de submeter o faltoso a algum tipo de humilhação mesmo. Preferencialmente pública…

  4. Olá! : )
    Sobre o livro com dicas para ela e para ele que você escreveu, você tem à venda também a versão e-book? Eu queria tanto poder ler, mas moro em Nova York e a entrega é cara e demoooora e todas aquelas coisas. :(

Diga aí!