Salomão é ungido rei 23

(I Reis 1:11-53)

Enquanto Adonias dava sua festa, o profeta Natã resolveu que era hora de começar a mexer uns pauzinhos. Para começar, foi falar com a mãe de Salomão:
— Bate-Seba, viu esse negócio todo aí do Adonias?
— E quem não viu, Natã? Só mesmo o rei, que agora vive de safadeza com aquela sunamita sem-vergonha. Quando eu era bonita ele me viu pelada e fez tudo quanto foi loucura para ficar comigo. Agora é o que se vê, o dia todo deitado com a tal Abisague no maior chamego. Velho safado…
— Pois é, pois é! O rei não sabe de nada, é como você diz. E se as coisas continuarem assim, você e seu filho podem se dar mal.
— Epa. Como assim?
— Oras! Adonias não convidou Salomão para a festa. Seu filho é um concorrente, e se Adonias for mesmo reconhecido como rei, o bicho vai pegar. Ele não vai deixar vivo outro herdeiro do trono.
— E o que a gente pode fazer, Natã?
— Engraçado você perguntar. Estava mesmo pensando num negócio aqui…
Minutos depois, Bate-Seba entrava no quarto de Davi. O velho rei ficou surpreso: era raro que qualquer de suas esposas viesse vê-lo depois da chegada de Abisague, e Bate-Seba, com todo seu orgulho, era a menos disposta a fazer uma visita de cortesia. Mas ali estava ela. O rei olhou para aquela matrona que lhe fazia uma reverência, e tentou associá-la à bela moça nua que vira do terraço tantos anos antes. Não conseguiu.
— O que você quer?
— Rei Davi, o senhor jurou por Javé que meu filho seria seu sucessor no trono.
— Jurei?
— Jurou.
— Lembro não.
— Mas jurou.
— Hum. E seu filho é aquele menino, né? Aquele lá. Aquele que teve aquele negócio do… Que pegou aquele troço uma vez lá no… O menino que fez a… Né?
— Salomão.
— Hum?
— O nome dele, do nosso filho. Salomão.
— EU SEI, DIABO, EU SEI! VOCÊ ACHA QUE EU NÃO CONHEÇO MEU PRÓPRIO FILHO?
— Longe de mim pensar uma besteira dessa, majestade.
— Humpf.
— …
— O que você quer?
— O senhor jurou que…
— Já sei, já sei! Tá pensando que eu sou o quê, algum velho caduco?
— Claro que não, que idéia! O negócio é que Adonias se auto-proclamou rei sem que o senhor soubesse.
— Adonias?
— Seu filho…
— EU SEI QUEM É ADONIAS! QUE INFERNO!
— Pois então.
— Que história é essa de rei? O rei não sou eu?
— Claro que é, majestade. Mas Adonias diz que o senhor já está muito velho, e que ele é o herdeiro do trono. Está agora mesmo dando uma festa lá pros lados da Pedra da Cobra. Os irmãos dele estão lá, Abiatar e Joabe também.
— Ué. Abiatar e Joabe?
— Exatamente.
— Então vai ver o garoto tem que ser rei mesmo. Está bem assessorado.
— Mas o senhor jurou que…
— EU SEI O QUE JUREI! Grunf. Olha aí, já chegou mais gente. Quem é?
— Sou eu, majestade. Natã.
— Conheço Natã nenhum.
— O profeta Natã…
— Profeta… Profeta… Ah, sim! Natã, como vai? O que o traz aqui?
— Nada de muito bom, rei Davi. Por acaso o senhor anunciou que Adonias seria coroado rei? Acho que houve alguma falha de comunicação, porque eu não fiquei sabendo de nada…
— Adonias?
— Seu filho…
— EU SEI, CÁSPITA! Essa outra aí já me contou da festa e coisa e tal.
— Pois é! Joabe, Abiatar e toda a corja estão lá gritando “Viva o rei Adonias!”, mais bêbados que o Bukowski.
— Hum. Não vejo nada de mais nisso, mas a Bate-Seba me disse que eu fiz um juramento e não sei quê…
— E o senhor não se lembra? Jurou que Salomão seria…
— Que Salomão seria meu sucessor. Mas que caralho, vocês acham que eu não lembro de nada é? Cadê a Bate-Seba? BATE-SEBA!
— Estou aqui, majestade.
— Bate-Seba, eu vou cumprir o juramento que fiz a você, ou não me chamo Saul.
— Davi.
— DAVI! Chamem lá o Abiatar.
— Ele está na festa do Adonias.
— Ô, diabo. Esse reino está me saindo uma esculhambação sem tamanho. Tem algum sacerdote em Jerusalém?
— Zadoque está ali no corredor.
— Eita! Parece até que vocês planejaram tudo…
— Hahahaha. M-mas que idéia, majestade!
— Hum. Chamem lá o Bodoque, então.
— Zadoque.
— FOI O QUE EU DISSE! Chamem esse puto, mais o Benaías. Não, Natã, você fica aqui.
— Sim senhor.
— Zadoque, meu querido!
— Eu sou o Benaías, majestade.
— Arre, égua!, vocês têm tudo a mesma cara. Esse outro é o Zadoque, então?
— Eu mesmo, majestade.
— Tenho uma missão para os três. Vocês vão pegar aí um punhado de oficiais, botar meu filho Salomão montado na minha mula e levar o menino até a Fonte de Giom. Quando chegarem lá, Zadoque e Natã devem ungir o garoto como rei de Israel. Depois vocês vão tocar as cornetas e sair gritando “Viva o rei Salomão!”. Então venham todos para cá, para que ele se sente no trono. Ele será rei em meu lugar, porque foi a ele que eu escolhi para governar Israel. Ele, entenderam? Salomão. Não aquele Adônis.
— Adonias.
— Que seja.
— Pode deixar com a gente, majestade! Que Javé confirme tudo isso aí, viu? E que ele esteja com Salomão como esteve com o senhor. E que o reinado de Salomão seja ainda maior do que o seu. E que ele faça…
— Tá bom, Zadoque, vai logo!
— Eu sou o Benaías, majestade…
— FODA-SE!
Os três saíram dos aposentos do rei, montaram Salomão na mula de Davi e cumpriram o ritual de unção de acordo com as instruções recebidas. Na volta para o palácio, porém, o povaréu foi se juntando ao cortejo do novo rei. Quando passavam perto da Pedra da Cobra, já eram uma pequena multidão gritando vivas a Salomão, cantando e tocando instrumentos. Adonias e seus convidados ouviram aquela algazarra e não sabiam do que se tratava. Estavam na dúvida quando chegou Jônatas, filho de Abiatar, com as notícias: Davi mandara ungir Salomão como rei, o povo estava com ele e os oficiais congratulavam o velho rei pelo acerto na escolha.
— Não pode ser!
— Mas é, seu Adonias. Dizem até que o rei tentou improvisar uns versos. Assim:

Louvado seja Javé
Porque é o que é
Me deixou ver em pé
Meu filho Salomé
Ser o rei de Israé.

— Mas o nome do moleque não é Salomão?
— Por isso o rei não terminou o salmo. Não é mais o mesmo…
— Sei não, sei não. Esse negócio aí não está me cheirando bem. Isso pode ser perigoso como o diabo. O que você acha, Joabe? Joabe? Cadê esse puto? Abiatar? ABIATAR! PORRA!
Percebendo o isolamento político em que se encontravam, os convidados de Adonias saíram de fininho. Afinal de contas, em pelo menos uma coisa ele acertara: era perigoso ficar isolado politicamente em Israel naqueles tempos (hoje em dia também, mas não vamos falar nisso).
Adonias, que havia pouco conhecera as delícias do poder, viu-se destituído do trono sobre o qual sequer chegara a sentar-se, e com a cabeça a prêmio. O novo rei não perdoaria sua ousadia. Então fez a única coisa que podia: correu para o Tabernáculo e agarrou-se às pontas do altar. De acordo com a lei, ninguém poderia ser morto na presença de Deus, ou seja, dentro da Tenda Sagrada. Lá de dentro, tremendo todo e agarrado com toda a força às pontas do altar, Adonias mandou seu recado:
— Só saio daqui se o rei Salomão jurar não me matar à espada!
Quando soube da reivindicação de Adonias, o novo rei fez seu primeiro pronunciamento público:
— Aê. Se o mano mostrá que é firmeza, eu trombo ele e não tem treta. Mas se vier com crocodilagem, é um-dois, mando subir. Tá ligado?
— C-como, majestade?
— MAJESTADE O CARAIO! ME CHAMA DE MANO!
— M-Mano?
— MANO!
— Mas é que…
— Ah, véio. Manda aquele cu-de-burro sair lá de onde ele tá muquiado, que eu quero dá uma idéia no figura.
— S-sim senhor…
— MANO!
— Mano, mano!
— É foda…
Os funcionários do palácio foram buscar Adonias no Tabernáculo. As mãos do coitado estavam crispadas em volta das pontas do altar, então ele precisou de ajuda para sair. Bom, o medo de encarar o novo rei também não ajudava muito. Mas todo mundo garantiu que estava tudo bem, que nada lhe aconteceria e tal, então ele foi ter com Salomão. Chegou, ajoelhou-se e encostou o rosto no chão.
— Ih, véio! Que parada é essa aê?
— Majestade!
— Ô caraio… Seguinte, mano: vaza.
— Hein?
— VAZA, MANO! RALA O PEITO! SOME!
Adonias não esperou terceira ordem: deu meia-volta e saiu. Estava vivo, surpreendentemente vivo. Mas todo mundo morre um dia. Uns vão mais tarde, outros mais cedo. Mas não vamos nos adiantar, os próximos capítulos serão bem movimentados. Será agitado o reino de Salomano.
Digo, Salomão.

Agradecimento especial: Muito obrigado ao Edu e à Bobie, meus colegas de redação, pelo Dicionário dos Manos. Será essencial para os próximos capítulos.

Posts aleatórios

Loading…

23 thoughts on “Salomão é ungido rei

  1. Reply Renato May 31, 2005 23:28

    Muito bom! Muito bom! Sinto que vou me mijar de rir com o Mano.

    Só uma coisa que achei perdida ali no meio. Deve ser “Afinal de CONTAS, em pelo menos uma coisa ele acertara:”, né?

  2. Reply Alê Scaglia May 31, 2005 23:31

    Aê, mano, tô ligado que esses truta seu são tudo ponta firme! Quero só ver o resultado dos próximos capítulos… Esse tá ótimo!

  3. Reply Rodrigo Jun 1, 2005 09:19

    Muito bom, parabéns!

    Será que vamos ter uma fase parecida com a de Êxodo? Vamos torcer…

  4. Reply Guardião Jun 1, 2005 09:30

    Muito engraçado o véio Davi falando palavrão.

    Tô morrendo de rir com tudo isso.

    Só não achei muito legal o Salomão ter a fala carregada no idioma dos Manos, mas acho que é questão de tempo pra digerir a idéia.

    Beijundas!

  5. Reply Augusto Jun 1, 2005 09:32

    Ae mano, agora a parada aí tá parecendo Cidade de Deus, cadê o Zé Pequeno???

  6. Reply davidemogi Jun 1, 2005 09:48

    Téquimfim. Esse é o “véio” Marco, não perdeu a verve.

  7. Reply Lili Jun 1, 2005 10:45

    Aê, Mano! Da hora, meu!

    hahahaha…

    Tou indicando teu blogue pra todo mundo, véio. Tu merece!

    Bjo.

  8. Reply Lia Jun 1, 2005 11:18

    Ficou muito bom!!! O Salomão é muito engraçado…próximos capítulos, por favor!

  9. Reply ?!« Lu »¡¿ Jun 1, 2005 12:50

    é isso ai Mano!

    muito boa essa! hahaha

  10. Reply Betsabè Jun 1, 2005 14:07

    Cara, demais !! Divertidíssima essa passagem !! Bate-Seba….será que foi daí que tirei meu nick?? hummm….

  11. Reply Philippe Jun 1, 2005 16:24

    Finalmente! Acho que o Marco Aurélio conseguiu recuperar todo o espírito que tinha durante o começo do blog. Acho que a coisa agora volta a ficar legal.

  12. Reply Janaina Jun 1, 2005 16:30

    Adorei… o salomano promete ser um personagem divertidíssimo.

  13. Reply Paulo Donato Jun 1, 2005 20:03

    Ufa, foi demorado chegar até embaixo e achar o capítulo… =P

  14. Reply Madruga Jun 1, 2005 22:54

    hehe muito bom!

    ah, se possíver acerta meu link aí do lado, mudei pro blogspot: resmungo.blogspot.com

    valeu!

  15. Reply Flávia Jun 2, 2005 11:31

    Clap, clap, clap…

    Muito bom Marco…

    Bjus, Flá

  16. Reply Garcia Jun 2, 2005 14:25

    “mais bêbados que o Bukowski.”!

    HAHAHAHAHA!

    “Salomano”!

    HAHAHAHAHA!

  17. Reply Claudia Jun 2, 2005 17:18

    Mais uma vez você me fez pagar o mico de rir alto em meu ambiente de trabalho. Muito engraçado este capítulo.

  18. Reply Fabiano Jun 2, 2005 17:39

    Rí muito, Marco ! Muito bom !

    Dia desses, estive pensando : imagina como seriam legais as suas histórias ilustradas pelo Allan Sieber. Será que rola uma parceria ?

    Fica a sugestão !

    [ ]’s

  19. Reply Fabi Jun 2, 2005 20:40

    Aee Marco Aurélio…finalmente voltei a ler seu blog. E alías, continua de Parabéns. Há muito não mando msg pra ti. Mas esses tempos de vacas magras acabaram.

    E antes de mais nada….Feliz Aniversário (antes tarde do que nunca, neh??)

    Abraços,

    Fabi

  20. Reply Carol_Coelho Jun 3, 2005 09:44

    ahuahauhuahuahau

    Esse capítulo está excelente!!

    E paguei novamente o mico de rir alto no trabalho! heheheh

    Vc tem que publicar essas coisas…

    Abraços

  21. Reply Marcos Jun 16, 2005 18:57

    Achei muito interessante suas palavras, e espero que elas esteja guardadas tb em seu coração, não tenhomuito o que dizer, mas creioque Deus sim, e Ele diz: “Filho EU te amo meu filho levei muitas chicotada por amor a vc e não vai ser por essas que vou deixar de te Amar” Fica na Paz meu irmão

  22. Reply Não sou Fariseu Aug 27, 2005 10:25

    Não acredito neste tipo de publicaçao! Isto é uma falta de respeito, o que que você é? Ateu? Alguém já te disse que você vai prestar contas com este DEUS, o qual tem zombado de sua palavra? Que o Senhor tenha misericórdia da sua vida, que um dia você experimente do amor maravilhoso e verdadeiro deste Deus, por que o que você faz é um absurdo, você deveria ser processado, tenho pena de você, mas gostaria muito que você lesse este comentário, que pensasse na palhaçada que está fazendo. Seu mau educado!!!

  23. Reply Flávio Mar 10, 2008 14:23

    Muito bom!!!! já virei fã do site

Diga aí!