A velhice de Davi e o golpe de Adonias

(I Reis 1:1-10)

O primeiro livro dos Reis tem um nome que não faz muito sentido. Afinal, a história da monarquia israelita começa já no primeiro livro de Samuel. Algumas versões da bíblia Católica trazem os livros de I, II, III e IV Reis, em vez de dois livros de Samuel e dois dos Reis. A divisão, seja ela qual for, é arbitrária: como os livros eram originalmente escritos em rolos, seria necessário um carrinho de mão para transportar toda a história da monarquia. Então os estudiosos judeus que fizeram a primeira tradução da Bíblia para o grego (em 250 a.C., no Egito) resolveram dividir cada um dos livros em dois volumes menores. Enfim, vamos à história.

Davi já estava muito velho. Velho mesmo: em 973 a.C., quando começa este livro, o rei estava em seu 40º e último ano de governo. O povo de Israel já estava cansado: então um sujeito dá uma pedrada num jogador de basquete e pronto, é rei por quarenta anos? Não era muito democrático. Além do mais, o rei estava nas últimas: sentia um frio danado o tempo todo. EM PLENO ORIENTE MÉDIO! Um frio incontrolável. O pessoal do palácio trazia cobertas, ponchos, gorros, cachecóis, luvas, máscaras de esqui, e nada do rei se aquecer.
— Por que a gente não toca fogo no velho?
— Tá doido, rapaz?
— Que que tem? Ele não vai viver muito mesmo, pelo menos morre quentinho…
— Oras, deixe de falar besteira. Majestade!
— Hum? Hein? Quem?
— Majestade… Nós vamos procurar uma moça para cuidar do senhor.
— Uma moça, é?
— É. Para cuidar do senhor, dormir na sua cama e mantê-lo aquecido. Que tal?
— Oba!
Então os conselheiros do rei saíram por todo o Israel procurando uma moça que servisse a tal propósito. Acabaram encontrando uma garota chamada Abisague, Miss Suném 975 a.C. Levaram Abisague até o palácio, e ela aceitou de bom grado suas novas atribuições. Passava o tempo deitada ao lado do rei, aquecendo seu velho corpo. Davi sequer tocava a moça. Não que não quisesse, mas qual seria o propósito? Estava velho, seus dias de garanhão haviam ficado para trás.

Enquanto o rei passava seus dias deitado com a bela sunamita-aquecedora, no reino inteiro só se falava da sucessão. Amnom, o primogênito do rei, fora morto por Absalão. Este, o segundo filho, fora morto por Joabe depois de liderar uma rebelião. O terceiro, Adonias, filho de Davi com Hagite, parecia o sucessor natural. Era um rapaz muito mimado, naturalmente: depois de perder dois de seus filhos (isso sem contar o que tinha morrido pouco depois de nascer, num daqueles castigos muito justos de Javé), o rei fazia todas as vontades de Adonias e nunca o repreendia por nada. Tendo crescido dessa maneira, paparicado pelo pai, Adonias queria de toda forma ser o próximo ocupante do trono de Israel. E não demorou a providenciar isso: percebendo que Davi estava mesmo nas últimas, arranjou carros de guerra, cavalos e cinqüenta homens para formarem sua comitiva pessoal. O príncipe sabia que precisava de apoio nas altas esferas do reino, ou acabaria como seu irmão Absalão. Então foi falar com Joabe, o general e braço direito de Davi, e com Abiatar, o sacerdote. Os dois concordaram em apoiá-lo. Não viam sentido em manter no trono um rei moribundo: melhor mesmo seria que Davi se retirasse para sua casa no litoral do Mediterrâneo, e deixasse o reino nas mãos de alguém capaz de conduzi-lo. Outros, porém, foram sondados por Adonias e não o apoiaram: Benaías, chefe da guarda pessoal do rei, Zadoque, o sacerdote mais jovem, o profeta Natã e os guarda-costas Simei e Reí decidiram ficar ao lado do velho rei. Lealdade? Não exatamente: eles também achavam que estava na hora de Davi pendurar sua funda, mas queriam que o sucessor fosse Salomão, um príncipe meio apagado e nascido de uma união reprovada por todos.
Tendo formado seu séquito, Adonias deu uma festa e convidou seus irmãos e os funcionários do rei originários de Judá. Convidou a todas as pessoas influentes da côrte, com exceção dos poucos opositores. Tinha certeza de que seria rei, era só questão de tempo. Não contava, porém, com a astúcia de seus adversários.

Israel tremia com as novidades quentes, e Davi tremia de frio em sua cama. Olhou para a porta e viu uma silhueta familiar.
— Vem cá, minha nêga…
Enquanto Abisague se aninhava a seu lado, a nostalgia tomava conta do rei. Lembrava-se de seus tempos de furor viril. Inocente, nem sabia que sua impotência não mais se restringia ao âmbito sexual.

Diga aí

18 comentários

  1. Começa um dos livros mais cheios de reviravoltas na História de Israel – vai fundo, Marco, que até II Crônicas o bicho vai pegar fogo !!!

  2. Pô… Eu nem tinha reparado que esse capítulo bíblico tava pronto, até ler o esporro no “my and myself” no pos acima.

    Tá muito legal. Tu é um gênio!

    Beijundas!

  3. Caramba qto tempo faz q eu nao vinha aqui..e tá ótimo como sempre.

    Balde de gelo..vou comprar sem duvidas.

    Bjos..e continue escrevendo.Vc é bom nisso.

  4. Historinha legal contada por quem não alcança nada além da letra! Distraiu a molekada! Mas como diz a Palavra de Deus: ” A letra mata, o espirito santo dá a vida! Enchei-vos do Espirito e vivei!
    Cara, chega a doer vc falar de Davi, desconstruindo o perfil do servo fiel, “homem segundo o coração de Deus e que cumpriu o projeto profético do Senhor.
    Olhando pelo seu angulo, prevalece a razão e a razão escolhe Adonias, o matador de Ovelhas pra reinar. Voce enchergou Davi impotente, velho e ultrapassado. Deus o via como Bom soldado que enfrentou guerras externas e internas na dependencia de Deus. Pessoas espirituais agem para cumprir todo o aspecto profético que a salvação esta cumprindo. Deus separou Salomão para reinar. Quem chamou Benaia, o Sacerdote Zadoque e o Profeta Natã foi o “velho, impotente e ultrapassado Davi”. Faltou você ter o coração de Deus para lidar com as questões divinas da forma reverente, sensivel e obediente como Davi. Adonias reinando, morrem ovelhas! Davi na Caverna de Adulão se fez protetor dos que estavam em aperto apontando para Jesus que um dia se levantou chamando “Vinde a mim os cansados e eu vos aliviarei”!
    Salomão reinou e trouxe conselho, sabedoria e edificou o Templo para morada de Deus. O Espirito Santo está no meio da Igreja reinando com conselho, sabedoria e consolo preparando os fieis para a vida eterna. Pena que você não enchergou isso na Palavra de Deus e só teve essa historinha irreverente e carnal para apresentar. Adonias reinando é assim mesmo: Mata ovelhas com seus conceitos. Ainda bem que tem gente como Benaia que entendendo o aspecto profético da Bíblia, puxa a mula e grita Viva o Rei! Viva e reine Jesus! Que o Seu Santo Espirito governe minha vida!
    Faça isso! despreze Adonias e escolha o rei de fato que fara a Bíblia ser o que ela é além da letra: Mais penetrante que espada de dois gumes para penetrar no profundo dos corações.

    A letra(Adonias) mata, o Espírito Santo( Salomão) dá vida
    A Paz do Senhor!!

  5. De muito bom alvitre, sua propositura, meu caro Augusto. Brincar com o conteúdo da bíblia com achincalhes, escárnios e zombarias, não acho ser uma boa ideia.

  6. Cara vc é sem noção, eu Jesus te aguarda no juízo final, só um aviso, continua brincando pra vc vê uma coisa, vai procurar outra coisa pra vc brincar… Com a palavra de Deus ninguém se brinca

Diga aí!