Maldito elástico

Quando se é bonito, tudo contribui para a beleza. O sujeito compra uma roupa qualquer, e lhe cai bem. Engorda, e a mulherada começa a chamar de fofinho, de gostoso. Conheci um bonitão que ganhou o apelido de Bruce Willys quando começou a ficar careca. Bruce Willys!

Eu nunca tive como apelido nome de algum astro de Hollywood (Oompa Loompa não conta). Sim, porque quando você é feio parece que o universo conspira — diria Paulo Coelho — para sublinhar a feiúra. Comprei uma camisa antes de ir a Salvador. Queria uma roupa legal para proferir minha palestra, então comprei uma calça preta de corte reto e uma camisa com listras verticais — aprendi no Queer Eye For The Straight Guy que listras verticais me fariam parecer mais magro e valorizariam meu torso. Qual o quê! No hotel, vesti a camisa, me olhei no espelho e constatei horrorizado que a maldita era transparente e só valorizava mesmo meus mamilos.

Os problemas não se resumem à vestimenta, é claro. Com ser feio, tive que me adaptar a ser gordo e careca. Tudo bem, não é nada. Meu maior problema eram os dentes: ainda na infância, meu último dente de leite a cair foi o canino superior direito. Caiu, e o outro não compareceu para substituí-lo: tímido, ficou enfiado na gengiva. O tempo foi passando, e na adolescência minha dentadura já parecia o teclado de um piano caído do oitavo andar. Um desastre, um desastre. No início deste ano, finalmente criei coragem e resolvi fazer um tratamento ortodôntico.

O destino quis, porém, que meu ortodontista fosse o Sr. Dr. Japonês Maluco. Logo que eu fui lá, ele me disse que seria fácil tracionar o canino para botá-lo em seu devido lugar. Empolguei-me. Bobagem! Hoje meus dentes estão razoavelmente alinhados, e onde deveria existir um canino há um vão livre maior que o do MASP. O arco do aparelho vai passando bracket por bracket nos dentes, e quando chega a esse imenso espaço vazio, atravessa-o como a ponte Rio-Niterói. É uma coisa triste de se ver.

Mas eu dizia que quando você é feio, tudo conspira para piorar as coisas: banguelo do lado direito, eu me esforçava para ser sempre visto pelo lado menos mau. Fazia malabarismos parar rir voltando sempre a face esquerda para as pessoas. Pois até essa pequena vantagem acabou-se: voltei ao Japonês Maluco dia desses, e ele me sapecou um elástico na boca. O desgraçado sai do canino superior esquerdo e engancha sua outra ponta num pré-molar inferior. Para quem olha de repente, parece um fiapão de carne que ficou emaranhado no aparelho. Detalhe: tenho que usar o elástico o tempo todo. Ou teria. Quinta-feira eu fui a uma entrevista. Depois de pensar um pouco, achei melhor deixar o elástico em casa. O troço é feio demais!

Sei não, mas acho que o Japonês Maluco tá de sacanagem comigo. Ou ele ou Deus.

Diga aí

50 comentários

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkk

    Sensacional e não é que vc tem razão!!

    Mas, vai por mim, ainda existe situações

    piores!!!!

    Abração, adorei essa página!

  2. Sou solidária, Marco. Tenho que por aparelho logo também… 1,80, gorda, de óculos e aparelho. Serei eu, em breve, mesmo porque a dieta não é mágica pra me fazer perder 20kg de um dia pro outro.

    Pense que nós somos a fina flor da raça humana.

  3. Heeheeheehee, algum extremista burro radical viria aqui dizer que tudo isso é castigo devido aos teus textos…

    Mas sabemos que não é, e deve ser coisa do Japonês Maluco mesmo.

    Ei, mas por que estou rindo? Já usei na aborrecência, e agora terei que usar novamente… Aaaaaaaaaahhhhhhhhhh!

    Tomara que eu não encontre nenhum médico como esse…

    Inté, heeheehee.

  4. Eu tenho vergonha dos meus dentes. Não gosto de sorrir por isso. Os dois dentes da frente são meio separados (tipo os dentes da Madonna). Uma coisa terrível, que constantemente acaba com meu bom humor. Acho que vou colocar aparelho. É, vou usar aparelho.

  5. Isso me lembrou de um episódio acontecido ano passado. Eu estava com uma terrível dor na mandíbula e fui procurar um médico, pois achei estranho acordar com aquela dor terrível e não ter recebido nenhuma pancada, nenhuma trombada, na região facial. A dor ainda persiste, mas está suportável. Me dói apenas quando abro ou fecho a mandíbula em demasia. Fiz exames, tirei uma série de radiografias para que o ortopedista – com quem me consutei – relatar com ar de gravidade enquanto arrumava os óculos no rosto:

    – Não posso fazer nada. Sou ortopedista Vou te recomendar para um especialista. Um Buco Maxilo Facial.

    – Um Buco o quê? Mas é grave doutor?

    – Não sei. Um Buco Maxilo Facial pode analisar melhor o seu caso.

    – Mas o que você viu pela radiografia?

    – Você tem uma mínima irregularidade do contorno superior dos côndilos Mandibulares.

    – O que é côndilo?

    – Suas cavidades glenóides possuem um aspecto normal, mas é necessário verificar. Suas eminências temporais também estão normais.

    – Eminências doutor? mas o que os cardeais tem a ver com meu problema?

    – Mas além da irregularidade dos côndilos, a excursão é reduzida a manobra de boca aberta à direita quando comparada à esquerda.

    – Doutor, estou com dores na mandíbula. Você vem me falar de cardeais, de Buco Maxilo sei lá o quê e além de tudo vou ter que fazer uma excursão? Que loucura é essa?

    – Não posso fazer nada. Procure este médico.

    Ele me deu um cartão. Era de um tal de Doutor Eiji Takagi: Especialista Buco Maxilo Facial. Além de tudo o cara é japonês…

    Médicos e Advogados deveriam falar com seus clientes em uma linguagem menos assustadora. Fiquei apavorado e saí correndo do consultório. Quando criar coragem, vou marcar a consulta com o japonês. Tenho medo de entrar no consultório do Doutor Takagi e encontrar uma mesa com cinco cardeais sentados decidindo onde iriam me levar na próxima excursão. Mas meu maior medo é encontrar os eminentes cardeais e verificar que todos são japoneses. Assim eu surto…

    1. Eu acabei de colocar a porcaria desse elástico! Tava jogando LoL de boa e sai porque nao aguentava a dor! Ah meu Deus eu nn aguento mais

  6. Olha… Vc pode se careca, e um pouco gordinho, mas tem muito charme.

    Vc é tão pretensioso ao dizer que é extremanente feio. Fica parecendo que vc que receber um prêmio em algum “Concurso de Feiúra”. Deixa disso… Assuma sua “normalidade”. Porque vc não é um cara lindo, mas também não é horroso, é sim um sujeito normal que não sabe se produzir.

  7. Nao dá ouvidos p/ essa Debbie ñ, vc é feio mesmo, seus gens ñ são lá muito saudaveis…Vai ter d ter muita sorte em legar p/ o seu eu-eterno ( sua descendencia ) a sua parte boa, a parte d dentro do cranio né…. é mas quem sabe a natura dá uma força e coloca a mesma potencia desse motor numa caixinha um pouquinho menor…

    Quando ao concurso, nao se iluda, eu sei o campeao… Até puta já falou q eu sou feio pra caralho…

    Beijundas….

  8. Ah, é questão de tempo e paciência… Imagine vc que eu tenho que fazer uma droga de cirurgia na mandíbula (pq é proiminente- pra não dizer enorme) que custa os olhos da cara e vai me rasgar o rosto inteiro… E a coragem pra fazer? Prefiro ficar queixuda…

  9. Nossa, fiquei chocada em ler a maneira como vc se descreveu…..que horror…vc pode não ter o padrão de beleza que a mídia quer, que vc gostaria de ter ,mas enfim, todos nós temos algo de belo. E olha, sei que parece hipocrisia , mas o que vale é ser inteligente e divertido. Não adiante ser bonito, gostoso mas burro e chato.

    Já me peguei interessada em um homem que era muito, muito feio mas tão culto, tão interessante….que vc nem imagina…

    Só não investí nele pq soube que ele é casado !!!

  10. hehehe… adorei esse texto.Ah, e não se preocupa não pq eu tambem sou vítima do aparelho (com elástico!) Opa, detalhe, eu ainda tenho 15 anos… hahahaha… falou…

  11. Caramba, hein..rs. Do jeito que escreve parece um ser de outro mundo. Mas, acho que os feios sempre acham que o universo conspira a favor de sua falta de beleza. A culpa é do espelho…rs

  12. Tudo bem, eu vou contar pra você um segredo: eu também tive que usar elástico! Isso mesmo, TIVE. Na época eu estava ficando com o menino da minha classe então me acostumei a só usar em casa. Quando cheguei no dentista ele falou: “Parabéns, usou direitinho, hein?”. Viu só? Não precisa acreditar em tudo o que os dentistas dizem… Mas quanto a sua barriga e a careca… é, contente-se com ser feio mesmo.

  13. Desta vez vc se superou! conseguir rir da própria desgraça é coisa de iluminado de verdade! Espero que vc consiga se recuperar de tão dolorosa constatação pessoal: Você é feio! Mas tudo bem, é inteligente, isso conta muito mais… Tá bom, não vou tentar te consolar…

  14. eu tinha o apelido de E.T. por causa do tamanho da cabeça, mas acho q ele naum se encaixa em “atros de hollywood”… heauaeueha

  15. Uia, escapou um deus com maiúscula! 😉

    Negão, vamos nos encontrar quando você retornar da terra de painho. Me liga, porra!

  16. Há controvérsias. Afinal, a sua semelhança com o Shrek é, digamos, notável. E Shrek é um personagem de Hollywood. 😀

    No mais… Concordo plenamente. Até porque Deus não me fez muito gatinho.

  17. E eu fiquei com o maxilar doendo de tanto rir. Nao sei se agradeço pelo bom humor ou se reclamo pelas dores bucais:vvai que eu tambem tenha que encarar um japonês?

  18. Fiapão de carne? Ainda tem sorte. Eu tive que usar um monte dessas borrachinhas…parecia o Mum-Rá (Assim que é escrito? tou falando “do de vida eterna” do Thundercats).

    Coisinhas nojentinhas.

  19. então, compreendo essa síndrome de TIRIRICA, da banguelice e tal. Por Zeus vou tirar o meu depois de 4 anos de sofrimento. Estarei torcendo pra vc ficar menos tempo.

  20. Marco, eu sei que não tem nada a ver com o assunto… Mas você sabe que a Alê Felix fez uma comunidade no Orkut do JMC, certo? Certo. Aliás, eu até sou membro!

    Acontece que como eu sou um pária invejoso, eu resolvi fazer uma minha também. E EU JÁ TENHO TANTOS MEMBROS NA MINHA QUANTO A SUA!

    Ah, eu sou foda… E fico feliz com cada coisa besta…

    Um abraço; gosto muito do JMC!

  21. Realmente Marcos, a coisa é difícil, compartilho contigo o mesmo problema!!! tb uso esses elásticos malditos!! rs…

  22. já passei por isso, com vários elásticos, não conseguia nem falar. O jeito é acostumar…

    Só um aviso: vai chegar uma época em que o carrasco vai te perguntar qual a sua cor de elástico preferida pra colocar uma corrente de elásticos em toda a arcada. Nunca, nunca, nunca, use o elástico transparente. É melhor um elástico cinza-discreto do que um “transparente” que fica da cor dos temperos do seu almoço. Digo isso porque passei um mês pavoroso ostentando elásticos amarelo-curry-brilha no escuro.

    Boa sorte!

  23. O pior de tudo é q a melhor maneira é essa aí. Mtos tiveram que extrair um dente para colocar o canino no lugar. Hj usa-se esse método mto mais interessante. Q dói pra porra, mas tudo bem.

  24. Anita, pensa bem… Pior se os cardeais estiverem ali prá te dar a extrema unção… rsrs

    Tiago do céu… Sinceramente, não sei se vc elogiou ou acabou de acabar com a auto estima do Corélho…

    Corélho, Desculpa invadir teus comments assim. Mas vc é ‘migo’ de dois ‘migos’ meus, então é ‘migo’… rsrs

  25. Cara… sou eu de novo. Eu já tinha achado muito engraçada a sua inteligentíssima descrição, mas voltei aqui pra ler mostrar pra uma pessoa e li os comentários feitos. Putz, to aqui chorando de rir! Tiririca e Mum-Ra (o de vida eterna) foi demais! Vou te linkar no meu blog ok! Beijos!

  26. Cara demais esse site, principalmente pra mim que sou ex-evangélico, muito bom! Este post a respeito da feiúra ficou demais, me identifiquei… Hummm… acho que nesse caso a opinião do filósofo contemporâneo Wando é bem interessante: “As mulheres bonitas sempre ficam com homens feios… os homens bonitos sempre são cafajestes, pois acham que sua beleza lhes basta para conquistar as mulheres… Os feios precisam ser românticos, sensíveis, tratar as mulheres como princesas, senão não pegam nada… E não existe nada do que as mulheres gostem mais do que ser amadas e bajuladas.”

  27. Arranque o maldito canino e faça um chaveiro. Aparelho é coisa de boiola, macho de verdade nem liga para os dentes.

  28. é eu agora sei o que esses malditos elasticos faxem coloquei,quer dixer o dentista colocou,um desses em mim essa semana.O pior é que não para de doer!!!
    Adorei essa pagina!!!

  29. É…mas, aos 18 anos quase morri num acidente de moto e esse japonês maluco salvou minha aparência, pois tive uma baita fratura de maxilar e ele encheu minha boca de ferro e esses famijerados elasticos por 60 dias mas, devo minha aparencia normal a ele. Abraços……

Diga aí!