Jônatas e Davi

(I Samuel 18:1-4)

Capítulo dedicado a dois amigos: Paulo Polzonoff Jr., por ter se tornado meu amigo de infância assim que nos conhecemos, e Dean Moriarty, por me ensinar que fugir de piadas óbvias pode ser um bom negócio

Finda a batalha, Saul mandou chamar Davi ao palácio:
— Rapaz, não sei como prestar a você homenagem à altura do que você fez.
— Precisa não, seu Saul…
— Mas precisa sim, precisa sim! Vou pensar em alguma coisa, pode deixar. Enquanto isso, não gostaria de trabalhar aqui comigo?
— Er…
— Que foi, que foi? NÃO QUER TRABALHAR AQUI?
— Não é isso, senhor. É que… Bom, eu já trabalho aqui.
— COMO ASSIM???
— É. Eu toco harpa.
— Mas que bagunça é isto aqui! Ninguém me informa nada! É por isso que Israel não vai pra frente! E você toca harpa na banda do palácio, certo?
— Hum… Mais ou menos isso.
— Pois a partir de hoje você será meu músico particular. Que tal, hein?
— Puxa… Sinto-me honrado, majestade.
— Claro que se sente, claro! E começa hoje mesmo, viu? Pode trazer seus panos de bunda, que agora você mora aqui no palácio.
— Morar aqui? Mas eu tenho família em Belém, majestade.
— Sua família pode vir visitá-lo quando quiser.
— Hum. E meus amigos.
— Também, oras. E aqui você ainda poderá fazer novos amigos, rapaz. Meu filho, por exemplo. JÔNATAS!
— Oi, pai!
— Vem cá! Quero te apresentar o rapaz novo!
Jônatas já conhecia Davi, claro. Mas conhecia mais ainda o pai que tinha, então fingiu que o via pela primeira vez. A verdade é que os dois haviam se tornado grandes amigos assim que se conheceram. Eram confidentes, tinham um senso de humor parecido. Eram ambos malucos, como pudemos constatar em dois episódios: quando Jônatas entrou no acampamento filisteu acompanhado apenas de um empregrado, e quando Davi matou um gigante a pedradas.
Jônatas ficou muito feliz ao saber que seu grande amigo agora viria morar no palácio. Os dois teriam mais oportunidades para suas longas conversas, para as bebedeiras e para a caça às mulheres. Como demonstração de sua alegria, deu de presente algumas de suas coisas: uma capa, uma espada, um arco, um cinto e até sua armadura.
— Pô, Jônatas. Você não sabe que eu não sei usar armadura?
— Sei, por isso mesmo te dei essa de presente. Foi muito engraçado ver você usando a armadura antes de ir lá matar o Golias. Parecia uma pata choca.
— Pata choca é tua mãe.
— Apelou, perdeu!
— Vai tomar no cu.
— No seu, que é mais azul.
— Babaca.
— Sou, mas você me ama.
— Você é meu melhor amigo, caralho.
— Sim, sim. E serei para sempre.
— Mesmo?
— Mesmo.
— Veadagem da porra.
— Hehehehe.
Um belo exemplo de amizade masculina, não é mesmo? A lealdade entre os dois era coisa linda de se ver. Logo veremos o quanto a amizade de Jônatas foi preciosa para Davi.

Sempre que se fala da amizade entre Jônatas e Davi alguém levanta a hipótese do relacionamento homossexual entre os dois. Seria fácil eu me render, e passar alguns bons capítulos fazendo piadinhas com isso. Mas prefiro acreditar que sou influenciado pelo Monty Python, não pelo Casseta & Planeta.

25 comentários em “Jônatas e Davi”

  1. Que você não se rendeu, não se rendeu, mas que deve ter te coçado a vontade de fazer o mais óbvio, tanto que aquele caça as mulheres não convenceu…hehehe..Abração

  2. mas aí

    piada óbvia que daria pano pra manga

    O golias ser amigo de um euclides

    ou perambular por uma praça

    ah vai

    ia ficar massa

  3. Os textos continuam excelentes!!! Estou lendo os arquivos também (comecei a acessar o blog semana passada e pra ser sincero nem lembro como vim parar aqui) mas foda-se. Sou cristão e aqui no meu serviço fiz todo mundo conhecer o blogg. Gosto muito de estudar a Bíblia, e logo logo vc estará tomando chicotadas aqui dos cariocas (hehehe). Um abraço e pinel pro Saul!!!

  4. Muito legal o diálogo entre Jônatas e o Davi. Eu tenho uma teoria de que, quanto maior o grau de amizade entre dois homens, maior é o índice e o teor de palavrões/palavra de uma conversa. O ápice da amizade é quando, logo no cumprimento, já é citado mãe, doença venérea e um jumento. E tem também as duas máximas referentes a melhores amigos: amigo é aquele que quando você liga de madrugada chorando te consola, melhor amigo é aquele que te chama de viadinho e volta a dormir porque já cansou de ver você chorando; amigo é aquele que quando você está brigando chega para separar, melhor amigo é aquele que já chega dando voadora. Um abraço.

  5. Marco,

    ….

    Sem palavras!

    Gracias,

    Dean.

    PS: vou baixar agora a música do Belle and Sebastian para conhecer.

  6. Não acredito nisso! cara! pq vc fez o jônatas homem? cara! já li trezentas vezes as passagens dos 2 e não me convenço de que não tem viadagem envolvida! não vai ter graça nenhuma!

    E com certeza vc vai apagar meu comment… tudo bem, seu ditador barato… continuo sendo sua fã, mas q jônatas não ser viado não convence, olha… não convence mesmo… parecerá q está sempre faltando alguma coisa na relação dos 2 assim!

    Um bjão.

  7. Uau! Que demais o seu blog! Curti bastante a idéia, vc tem bastante imaginação!

    Eu sou estudante de Jornalismo e o meu blog é mais uma crítica às coisas que rolam pelo mundo. Se der, passa lá! Espero que vc goste!

    E continue com a imaginação a mil!

    Bjinhus e muito prazer!

  8. Olha eu até queria usar o famoso recurso da tag de ironia ao redor do meu último comentário, mas sou uma anta e não estou conseguindo colocar ela aqui. Some toda hora essa merda. Mas fica dito.

    E além disso nos livros de Samuel nunca fica claro se o mais louco é Saul, Samuel ou Deus…

  9. Monty Python… Caralho, isso é que é bom gosto.

    Cara, sou teu fã, te apresentaria pra minha irmã que é cobiçada por todos os homens do meu condomínio e pelas mulherada lésbica se ela não tivesse namorando um negão modelo 3 por 4.

    Até!

  10. Diz aí, Marcão, você esqueceu-se de que quando Davi foi convocado para tocar harpa para Saul, o Jônatas se encantou com o rapaz e o solicitou para tocar sua musica preferida:
    Uuuuhh !!!!! Huuuuuu !!!!!!
    Daviiiiiiii iiiiiiiiii iiiiiiii !!!!!!!!!!
    Hummm, ai, quirido, sabe, machão que matou o Golias, aquele gigante malvado, malvado, que vivia comendo os israleitas. Amor toca para sua mona aquela musica do Village People, AI, EM CI EI, vai, gatão.

  11. essa amizade ta de acordo com o que todos vivem escondido do papai e da mamae hoje em dia.jesus me chicoteia e deixa que eu volte a ser feliz…..

Diga aí!